sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Tatuagens: estão tentadas?

(temporárias? clique no desenho) Já pensou em fazer uma tatuagem?

Tem dúvidas que nunca chegou a esclarecer? Aqui estão uma série de perguntas e respostas interessantes:

"O que é preciso para fazer uma tatuagem?
Basicamente só é preciso tempo e dinheiro. E escolher um estúdio autorizado, com as normas de segurança e higiene em dia, e um tatuador Da Vinci e não Pollock, ou seja, alguém com um traço firme que garanta uma coisa bem feita.
Quais são os melhores estúdios?
Em Lisboa, a Queen of Hearts, que organiza o Tattoo & Rock Fest, e a Atomic. Depois também há a Bang Bang (2), em Sintra; a Lucky 13 e a Downtown, no Algarve; a Fun Tattoo, em Gaia; e a just Tattoos, em Leiria.
(...)
Depois que mais é preciso?
Em relação ao que quer tatuar, há três hipóteses: pode levar o desenho de casa e propô-lo ao tatuador, pode levar só uma ideia e pedir uma proposta, ou pode escolher um "flash", ou seja, um desenho dos que estão disponíveis nos catálogos. Há uma quarta hipótese, que acontece em casos muito raros, em que o cliente dá total liberdade ao artista. "Isso geralmente acontece por coleccionismo", esclarece Pedro, da Queen of Hearts, "para quem liga ao nome do tatuador".

Então e não é necessária nenhuma preparação da pele?
Não, os cuidados a ter vêm depois. Escolhido o desenho e marcada a sessão - atenção, que se for menor de 18 tem de levar uma autorização -, o tatuador faz um decalque do desenho em papel vegetal sobre a pele e começa a tatuar. Quando a tinta entra na pele é que já não há volta a dar. Por isso convém pensar bem no que se está a fazer antes de escrever "Amo-te Mónica" sobre alguém que lhe pode destroçar o coração.
(...)
Há sítios do corpo onde doa mais?
Sim. Geralmente é nas zonas de ligação: da anca para a perna, nos cotovelos e nos joelhos. Também se pode dizer que dói muito nas costelas, na barriga, no peito do pé e nos dedos.
Isso é quase tudo... Quanto tempo dura o suplício?
Não é um suplício, é completamente suportável e pode pedir-se ao tatuador que espere um pouco numa parte mais complicada. O tempo de cada sessão varia muito de tatuador para tatuador. Qualquer desenho pequeno, como uma estrela, demora uma média de 30 minutos, porque é sempre preciso preparar e esterilizar a sala, para prevenir infecções, e também o material, que é sempre descartável. Um trabalho maior, como um braço completo, é dividido em várias sessões, de duas a quatro horas cada.
(...)
E isso é coisa para custar quanto?
Quase todas as lojas praticam um preço mínimo que ronda os €60 (5) ou €80. Depois varia muito consoante o desenho. Uma tatuagem média fica em €100, um braço completo é trabalho para ir dos €600 aos €1000.
Falou que os cuidados vêm depois. Quais são?
Deve manter-se a tatuagem limpa e hidratada durante nove dias. Também não se deve apanhar sol durante 15 dias. Depois disso pode-se fazer uma vida normal.
Normal? Ouvi dizer que quem faz uma tatuagem não pode fazer transplantes.
Pode, desde que passado um período de quarentena que vai de seis meses a um ano. No Lusotransplante, que gere as doações e transfusões de medula óssea, é preciso ainda um comprovativo de que a tatuagem foi feita num local autorizado. De resto, passado o período, é possível doar sangue e medula. Desde que...
Desde que o quê?
A picada ou a punção não podem ser feitas num local coberto de tinta, porque ainda não são conhecidas as contra-indicações que a tinta pode ter para o organismo, nomeadamente na espinal medula. É por isso que alguns anestesistas se recusam a dar epidural a mulheres tatuadas no fundo das costas.
(...)

Há alguma nova tendência nas tatuagens?
Sim. Além das tatuagens aplicadas à cosmética, com o contorno dos olhos ou o preenchimento das sobrancelhas de modo permanente, agora também existem as tatuagens aplicadas à publicidade."

(artigo completo em i online aqui)

Hoje, amanhã e domingo, decorre no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, o Tattoo & Rock Festival. Mais informações em http://www.tattoorockfest-lisbon.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário