domingo, 6 de setembro de 2009

Eu me Amo


.

Auto-estimulação
por Marta Crawford

Longe vai o tempo em que a masturbação era punida e considerada um acto ilícito, ou nocivo para a saúde; em que sinos, atilhos, ou protecções eram criados para impossibilitar que alguém se masturbasse; em que falar do tema, causava embaraço, rubor e vergonha. Hoje em dia, fala-se de masturbação com outra abertura. Contudo, os "bons costumes" de outrora continuam a ser transmitidos da mesma forma por muitas famílias. Os tempos são outros, mas continua-se a transmitir vergonha e culpabilidade em tudo o que tem a ver com a descoberta do corpo e do prazer. Masturbar significa acariciar, estimular ou esfregar os genitais (ou outra parte do corpo) com as mãos (ou objecto).
A masturbação é um acto natural e saudável, e só deixa de o ser quando passa a ser obsessivo e repetitivo, e quando inibe o individuo de ter outros comportamentos na direcção do outro.
São muitos os benefícios da auto-estimulação: promove a libertação da tensão sexual, reduz o stresse, promove o prazer sexual e íntimo, prepara o indivíduo para o sexo vaginal, ou oral, promove a gratificação sexual sem penetração, alivia as dores menstruais, induz o sono, fortalece a tonicidade muscular de toda a zona pélvica, aumenta o fluxo sanguíneo a toda a zona genital, estimula a produção de endorfinas e melhora oxigenação do metabolismo, cria uma sensação de bem-estar, permite o tratamento de disfunções sexuais, etc. A masturbação é um acto saudável, e é praticado tanto por homens como por mulheres de todas as idades e ao longo da vida.


.
Ame aos outros como a si mesmo.
Ame a si mesma como aos outros.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário