terça-feira, 15 de setembro de 2009

Falta de sexo, pago.

"O Supremo Tribunal de Justiça decidiu indemnizar um casal em 667 mil euros porque a mulher perdeu o desejo sexual a seguir a um acidente de viação, noticia hoje a edição impressa do Correio da Manhã.
O tribunal justificou a indemnização com "danos não parimoniais", pela vida do casal ter sido "profundamente afectada" , "os seus direitos conjugais amputados numa parte importante" e os seus projectos de ter mais filhos comprometidos".
O caso remonta a 2003. A mulher do casal sofreu um violento acidente e ficou 45 dias internada. Despois teve de receber tratamentos de Neurologia, Ortopedia, psiquiatria, urologia, cirurgia plástica e oftalmologia."


(fonte: http://www.ionline.pt/conteudo/23149-casal-portugues-indemnizado-falta-sexo)

Como é que é?
Quem paga? Porquê?
Como foi o acidente?
Quem o provocou?
Parece-me que se abriu um precedente muito manhoso...
Que merece, merece.
Mas não merecemos então todos nós, ser indenizados pelos infelizes factos da vida?

Sem comentários:

Enviar um comentário